Arquivo Historico
Tipo ELEIÇÃO DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA ANTÓNIO JOSÉ DE ALMEIDA, EM 6 DE AGOSTO DE 1919
DESCRIÇÃO DO DOCUMENTO COMPOSTO
Nível de descrição: Documento Composto 
Data: Inicial: 1919-08-06 | Final: 1919-08-06 
Dimensão e Suporte: papel 
Código de referência: PT-AHP/CR/S1/DC6 
Tradição Documental: Original 
Proveniência: Congresso da República 
Sumário: Após o término do quatriénio de 1915-1919, procede-se a nova eleição para o cargo de Presidente da Republica, de acordo com a lei constitucional de 1911. Esta eleição realizou-se em 6 de Agosto de 1919, para o quatriénio de 1919-1923, reunido o Congresso, em sessão especial das duas câmaras, Câmara dos Deputados e Câmara dos Senadores, presidida por António Xavier Correia Barreto e secretários Baltazar de Almeida Teixeira e José Mendes dos Reis. A eleição resolveu-se por 3 escrutínios por listas, tendo servido de escrutinadores Alboim Inglês e Lima Duque. No 1.º escrutínio, verificou-se que António José de Almeida obteve 87 votos, seguido de Manuel Teixeira Gomes com 82 votos, Francisco de Azevedo e Silva com 1 voto, Afonso Costa com 3 votos, Duarte Leite com 1 voto, Correia Barreto com 1 voto, Magalhães Lima com 1 voto e 5 listas em branco. Decorrido o 2.º escrutínio verificou-se terem sido votados: António José de Almeida com 93 votos, seguido de Manuel Teixeira Gomes com 83 votos, António Teixeira Gomes com 1 voto e 2 listas em branco. Finalmente, realizado o 3.º escrutínio, António José de Almeida obteve 123 votos, seguido de Manuel Teixeira Gomes com 31 votos e 13 listas em branco, sendo declarado, pelo presidente do congresso, eleito para o cargo de Presidente da República o mais votado, António José de Almeida, o primeiro Presidente da República eleito que cumprir o seu mandato por inteiro.

O Presidente da Republica eleito toma posse em 5 de Outubro de 1919, em sessão solene preparada para a ocasião e que decorre segundo o “programa” oficial elaborado e assinado pelo presidente do congresso, António Xavier Correia Barreto.

E assim, dando-se cumprimento ao art.º 43.º da constituição, o presidente do congresso nomeia uma deputação composta pelos seguintes membros: os Senadores Abel Hipólito, Fernandes de Almeida, Rodrigo de Castro, Alberto da Silveira, Rego Chagas, Namorado de Aguiar, Soveral Rodrigues, Vasco Marques, e os Deputados Domingos Leite Pereira, João Luís Ricardo, Victorino Guimarães, Nunes Loureiro, Alberto Vidal, Ferreira da Fonseca, Campos Melo, António Granjo, Mesquita Carvalho, Alves dos Santos, Francisco Cruz, para em nome do Congresso acompanhar o Presidente da República na sua entrada na sala das sessões junto da presidência, de acordo com o programa publicado oficialmente, a fim de prestar o seu compromisso de honra, cuja fórmula foi assinada por ele. Após a o juramento, é proferido pelo Presidente da Republica, uma alocação, cujo texto se encontra junto da documentação enviada à mesa (ata n.º 8) e copiado na própria ata. 
Estado de Conservação: Razoável 
Cota: Secção VIII-A, cx. 1, doc. 54